3 min leitura

Guardião da Cultura Organizacional: um guia prático para RH

 

A cultura organizacional é o que move a sua empresa, para compreender como a dinâmica da cultura e como o RH atua como guardião da cultura, baixe este e-book.

O que é Cultura organizacional?

 

Cultura organizacional é o conjunto de valores, regras e práticas predominantes em uma empresa. Percebe-se a cultura organizacional na maneira como ela direciona seus negócios, em como se relaciona com o seu público – interno e externo – no nível de hierarquia existente entre colaboradores e setores, entre outros fatores.

O modelo clássico para compreender cultura é de Schein (2010), o qual descreve a cultura a partir da metáfora de uma cebola com três camadas, compostas pelos níveis dos Artefatos, dos Valores e dos Pressupostos.

                                   Artefatos, Valores e Pressupostos da cultura organizacional

Dinâmica da Cultura

Compreender a Cultura é ir além do óbvio, é contemplar os níveis que pressupõem o comportamento coletivo e individual. Em alguns momentos é preciso ter um olhar distanciado e tratar o que ocorre na organização com menos obviedade. Para entender o funcionamento da Cultura, considere as seguintes dimensões:

                                   dinâmica da cultura organizacional

Dinâmica das pessoas: são os comportamentos que observamos, as queixas, formas de comunicação, os estilos de liderança e outros tipos de padrões comportamentais individuais e coletivos. Os resultados das organizações são produzidos por pessoas e grande parte da qualidade do relacionamento com essas pessoas. 

Simbologia da Cultura: envolve os Símbolos, Rituais, Tabus e Mitos. Os Símbolos são as representações acerca de aspectos importantes da realidade organizacional; os Rituais internos se apresentam através dos padrões de reuniões, festas e outros hábitos estabelecidos coletivamente; por fim, os Mitos e Tabus são os assuntos e situações que são superestimadas e se mantém ao longo do tempo.

Estrutura: refere as políticas, estratégias de negócio, missão e valores que a empresa possui e compartilha; e da própria configuração dos departamentos.

RH como Guardião da Cultura

 

Uma vez que se compreende a cultura como dinâmica, sustentar as atitudes e os comportamentos desejados requer um esforço contínuo que acaba sendo um desafio para a área de Recursos Humanos.

Para monitorar a cultura e as possíveis mudanças que podem ocorrer é preciso uma atuação de um RH consultivo e estratégico. A área de Recursos Humanos é considerada estratégica quando se têm uma visão completa dos detalhes da empresa e uma atuação baseada em dados. Com isso, a atuação do RH é vista como crucial para o crescimento, rentabilidade e sucesso da organização pois utiliza dados reais para tomar as decisões e busca melhorar os processos internos através da tecnologia.

O desenvolvimento do RH como guardião da cultura se dá por uma atuação consultiva dentro da organização, em que diagnostica os problemas, propõe soluções e implementa ações. Ao assumir esse papel de consultor interno, contribui para o crescimento saudável da organização, no qual é possível guiar os líderes e diretores em uma gestão de talentos em parceria.

Para conhecer as estratégias de como ser um Guardião da Cultura Organizacional e compreender o processo de identificar questões da estrutura da organização, padrões de comportamentos dos liderados e favorecer a elaboração de rituais estruturados para o líder e intervir de forma assertiva, baixe o e-book e tenha o conteúdo completo.

gestão da cultura organizacional

 

 

O que você achou ?
Curti
Divertido
Adorei
Surpreso
Chateado

Obrigado pelo seu feedback!

Através dele conseguiremos melhorar cada vez mais a sua experiência.
Compartilhe

Quer receber mais conteúdos incríveis?

Cadastre-se e receba semanalmente nossos conteúdos por e-mail!