PDI: entenda a importância do Plano de Desenvolvimento Individual

O Plano de Desenvolvimento Individual é muito importante, tanto para a empresa quanto para os colaboradores. Entenda como funciona.


Sem dúvida, o desenvolvimento constante de pessoas é o que permite que uma empresa alcance os seus resultados desejados. É muito importante, então, estar atento a essa realidade e saber conduzir as atividades necessárias para a sua efetivação.

 

Nesse sentido, um bom plano de desenvolvimento individual (PDI) pode fazer a diferença. Essa estratégia é fundamental para que os colaboradores aprimorem suas competências profissionais e tenham condição de alcançar as metas e objetivos da empresa, a curto e longo prazos.

 

O PDI é de responsabilidade do setor de Recursos Humanos e deve receber o apoio da alta gestão da organização. Quer entender isso melhor? Então, continue a leitura e confira mais sobre a importância desse plano!

 

Melhora o desempenho pessoal dos colaboradores

 

Quando sabem quais habilidades e competências precisam aperfeiçoar para chegar aos cargos que desejam, as pessoas se esforçam muito mais para alcançar as suas metas e se dedicam, de fato, ao processo de aprendizado. Como consequência, a empresa obtém colaboradores mais capacitados, produtivos e empenhados em oferecer o seu máximo potencial.

 

Aumenta as perspectivas de crescimento dentro da empresa

 

O PDI pode (e deve) estar alinhado com o plano de carreira do colaborador. Assim, ele terá uma visão a médio e longo prazo das competências a serem adquiridas e dos caminhos que pode percorrer para conquistar o que deseja dentro da companhia. Além disso, ele se sente motivado a conquistar esses objetivos, pois poderá considerar o seu próprio crescimento na corporação.

 

Mantém os colaboradores motivados e engajados com o negócio

 

Empresas são feitas por pessoas. Logo, sem o comprometimento individual e coletivo da equipe, não é possível alcançar as metas traçadas. Já quando a organização investe no plano de desenvolvimento individual, todos se sentem mais motivados.

 

Isso acontece porque, quando bem estruturado, o PDI serve como um roteiro para o colaborador. Ele pode pesquisar as competências que precisa adquirir para atender às expectativas da companhia, tornando a relação entre empresa e empregado muito mais clara, eficiente e, por vezes, justa, já que o colaborador saberá exatamente o que se espera dele.

 

Além disso, quando toda a equipe está empenhada em se desenvolver, todos os resultados são maximizados, e a empresa passa a ter uma produtividade maior.

 

Retém os melhores talentos do mercado

 

Com a chegada da nova geração de trabalhadores ao mercado de trabalho, as empresas têm de pensar em novas soluções não só para atrair talentos, mas também para mantê-los em suas equipes. Isso porque esses jovens não têm medo de trocar de emprego.

 

Quando, no entanto, uma companhia consegue mostrar como eles podem se desenvolver internamente para alcançar posições de destaque, essas pessoas se sentem mais motivadas e até engajadas com os desafios propostos. Como consequência, tendem a permanecer mais tempo nessa organização — o que reduz as taxas de turnover, um dos maiores desafios da gestão de pessoas na atualidade.

 

Enfim, como vimos até aqui, o plano de desenvolvimento individual (PDI) é uma ferramenta estratégica que beneficia colaboradores e, principalmente, empresas, à medida que forma profissionais mais qualificados e alinhados com as necessidades do negócio. Por isso, investir nele é uma excelente oportunidade de melhorar os resultados globais da sua organização.

Pense nisso!

 

E agora, se você gostou da leitura, aproveite para nos seguir nas redes sociais e acompanhe mais conteúdos como este! Estamos no Facebook, no Instagram e no LinkedIn.