Medindo o Pulso da Organização: gestão de clima organizacional e engajamento

A metodologia é simples e rápida. Confira este artigo que preparamos para você!


O sucesso das empresas sempre esteve ligado à eficiência e à produtividade de seus colaboradores, que são o pulso da organização. Os colaboradores são essenciais para o crescimento do negócio. Sendo assim, existe uma necessidade básica e comum a todas as empresas que querem crescer: recrutar e reter os melhores profissionais.

Porém, apenas ter os melhores profissionais não é suficiente. Se eles não estiverem motivados e engajadoso impacto na produtividade é sentido e os resultados sofrem. Então, boa parte dos esforços das áreas de RH nos últimos anos tem sido dedicados a medir esta motivação e engajamento dos colaboradores.

 

Medindo clima e engajamento



A pesquisa de clima organizacional sempre foi a ferramenta mais eficiente para se obter e medir dados sobre a percepção dos colaboradores. É raro encontrarmos uma empresa de grande ou médio porte que nunca tenha realizado uma pesquisa de clima com seus colaboradores.

No entanto, a evolução do mercado de trabalho e a mudança do perfil das pessoas economicamente ativas, aliado à alta velocidade da internet e amplo acesso à informação, aumentou a necessidade de uma mensuração constante de dados. Mensuração esta não apenas mercadológica, mas também relacionada ao ambiente interno empresarial.

Nesse contexto, a pesquisa de clima tradicional, apesar de sua alta relevância nos últimos anos, vem se tornando ineficaz. Isso porque existe uma grande necessidade de informação no curto prazo e uma pressão por resultados sendo exigida pelo mercado.

Em um cenário tão competitivo, uma demora em agir sobre o principal ativo da empresa – seus talentos – pode resultar em sua perda e na consequente queda nos resultados.

 

Pesquisa por Pulso e a velocidade dos dados



Mensuração rápida, eficaz e contínua das métricas corporativas passou a ser uma condição básica para o sucesso de qualquer organização.

Quanto maior o tamanho da organização, maior sua complexidade e quantidade de pessoas envolvidas em diversos processos. Qualquer problema, independente da sua origem ou tipo, pode se tornar um grande desastre financeiro. Mas seguramente boa parte deles poderiam ter sido solucionados por meio de pequenas ações, desenvolvidas a partir de uma detecção prévia.

A metodologia simples e rápida da Pesquisa por Pulso foi desenvolvida para essa nova realidade. No atual contexto, se faz extremamente necessário um plano de ação ágil e eficaz para problemas específicos.

Os principais atributos das Pesquisas por Pulso são:

  • o tema específico a ser questionado;
  • a clareza das questões;
  • o pouco tempo gasto para o preenchimento do questionário;
  • a simples compilação de dados.

A combinação da tecnologia e usabilidade em uma pesquisa por pulso faz com que se possa ter ganho de escala e abrangência. Já é uma realidade: questionários sendo enviados automaticamente, colaboradores respondendo pesquisas no seu próprio smartphone, dados sendo carregados em tempo real, um painel onde são exibidos todos os dados pesquisados, além da evolução das métricas por dimensão, área, setor e grupos.