Impacto do clima organizacional sobre estresse no ambiente de trabalho

Sabemos que o clima organizacional afeta o desempenho dos colaboradores e acarreta uma série de consequências que afetam o desempenho da organização como um todo. Medir o clima, por meio de pesquisas de clima organizacional, é essencial para combater os fatores que podem estar prejudicando a percepção dos colaboradores sobre a empresa. Em uma economia em rápida mutação, manter um clima organizacional positivo é uma ótima estratégia de competição.


A decisão de um colaborador de permanecer na organização pode ser mais afetada pelo clima no ambiente de trabalho do que por incentivos financeiros. E, do ponto de vista corporativo, não é financeiramente prudente competir por talentos através de níveis salariais exageradamente altos.

Quando se fala em retenção de talentos, um dos fatores que frequentemente tem levado muitos funcionários a deixar as empresas é o estresse no ambiente de trabalho.


Considerando isto, é importante que as organizações procurem administrar o estresse no trabalho, não somente para evitar perdas financeiras, mas também porque a retenção de talentos é essencial para conquistar o sucesso corporativo a longo prazo. E de que maneira a pesquisa de clima organizacional podem ajudar isto?

 

O estresse no ambiente do trabalho aumenta o índice de turnover

 

O estresse no trabalho ocorre quando o colaborador se sente incapaz de lidar com as demandas e a pressão organizacional. Pode ser influenciado por fatores pessoais, como traços de personalidade, autoestima, resiliência, e por fatores organizacionais, influenciados pelas condições de trabalho, apoio da supervisão, entre outros. 


O estresse pode acarretar diversos prejuízos para as organizações, como redução de produtividade, absenteísmo, compensações demasiadas, reivindicações e despesas médicas. Embora estes custos possam ser altos para as empresas, ainda são mensuráveis, ao contrário do que ocorre com a perda de talentos, custo que não pode ser facilmente medido em termos quantitativos.


O desejo de permanecer em uma organização espelha o nível de engajamento dos colaboradores. O estresse no trabalho é um dos fatores que pode influenciar a intenção dos funcionários de permanecer empregados, o que significa que quanto maior o estresse no trabalho, menor o desejo do colaborador de permanecer na organização. O clima organizacional pode auxiliar a aliviar o estresse. Para isto, é preciso cultivar um ambiente do trabalho que ajude os funcionários a combatê-lo.

 

Manter um clima organizacional positivo ajuda no estresse

 

Um estudo recente realizado com trabalhadores de uma cidade altamente desenvolvida chamada Macau, localizada na China, identificou que colaboradores com alto índice de estresse que trabalham em organizações descritas como tendo um clima organizacional negativo apresentam menor intenção de permanecer trabalhando na empresa.


Estes achados contribuem com a noção de que um clima organizacional positivo e acolhedor proporciona condições para que os colaboradores queiram permanecer na organização, mesmo enfrentando situações de estresse no trabalho.


Não é difícil entender por que organizações conhecidas como ótimos lugares para se trabalhar geralmente são as mais procuradas pelos trabalhadores. Mesmos colaboradores com um alto estresse sentem-se mais motivados a permanecer na organização quando há um clima organizacional positivo.

 
Pesquisas de clima ajudam a manter o clima organizacional positivo

 

O estresse no trabalho pode ser influenciado por fatores pessoais e organizacionais, contudo, não pode ser erradicado apenas por ações para combater estressores. O estresse organizacional pode ser causado por inúmeros outros fatores que compõe o clima de uma empresa.


Considerando isto, é necessário medir constantemente o clima da empresa para identificar quais fatores podem estar afetando os colaboradores. Quanto mais rápido a empresa identifica tais fatores, mais rápido poderá combatê-los. A intervenção rápida por parte da empresa, principalmente quando executada pela gerência, para manter um clima organizacional positivo, modera as influências do estresse no trabalho e passa uma sensação aos colaboradores de que estão recebendo a devida atenção.


As empresas podem investir em cuidar do clima organizacional como estratégia de retenção e captação de talentos. Organizações que não precisam estar o tempo todo competindo por mão de obra qualificada conseguem permanecer prontas para responder rapidamente a eventuais mudanças no mercado. Estes são apenas alguns dos motivos pelos quais vale a pena que as empresas invistam em transformar o ambiente de trabalho em um local espetacular para se trabalhar.


_______

REFERÊNCIAS

VONG, Louis Tze-ngai; NGAN, Henrique Fátima Boyol; LO, Patrick Chun-pong. Emerald. http://dx.doi.org/10.1108/jchrm-09-2017-0022.