Insights

O melhor sobre Gestão de Pessoas, People Analytics e Experiência do Colaborador.

Entenda o que é turnover e como reduzir!

Sua empresa está sofrendo com as altas taxas de turnover? Entenda o que é essa métrica e como mantê-la sob controle!


O turnover é um dos índices mais importantes para o RH de uma empresa, pelo fato de ajudar a mensurar e a entender os motivos por trás da alta rotatividade de profissionais. Em alguns casos, ele pode até ser benéfico para o negócio. Mas para descobrir quando isso acontece, é preciso entender primeiramente o que é turnover.

 

Pensando nisso, preparamos este conteúdo especial que explica direitinho o que é essa métrica, como ela impacta a sua empresa, por que é importante acompanhá-la e, finalmente, o que fazer para controlar esse índice. Vamos lá!

 


O que é o turnover?

 

O turnover é um índice que mensura a rotatividade dos colaboradores de uma empresa. O termo faz menção a uma renovação do quadro de funcionários de um negócio, o que não é algo prejudicial se nós pensarmos por essa perspectiva.

 

Quando uma equipe está junta há muito tempo, é possível que ela se acomode e pare de trazer soluções inovadoras para o negócio. Nesse caso, manter certa taxa de turnover pode oxigenar a empresa, ou seja, trazer gente nova, com outras ideias, experiências e pontos de vista.

 

No entanto, quando essa rotatividade se eleva demais, acaba prejudicando o desempenho de todo o time de trabalho. A substituição constante de pessoas gera baixa produtividade, custos altos, desmotivação e até mesmo perda de competitividade no mercado. Por isso, é importante ficar de olho nesse índice.

 


Por que acompanhar essa métrica no RH?

 

De modo geral, você só poderá controlar a taxa de turnover da sua empresa quando conhecer os motivos que provocam a saída dos colaboradores. Esses fatores são classificados em dois grupos:

 

  • voluntários — quando o profissional decide pedir demissão, seja por insatisfação, por ter recebido uma proposta melhor ou por qualquer outro motivo pessoal;
  • involuntários — quando a empresa faz o desligamento do colaborador em razão da sua baixa produtividade, conduta inadequada ou outra inconformidade.

 

Com base nisso, é possível detectar os pontos em que a empresa pode intervir ou não. Conseguir identificar essas variáveis é primordial para agir na causa do problema e controlar a taxa de turnover.

 


Como reduzir a taxa de turnover?

 

Já explicamos o que é turnover e porque você deve acompanhá-lo de perto. Agora, vamos mostrar quais medidas são eficazes para manter essa taxa sob controle. Confira!

 

Alinhe o R&S com a cultura da empresa

 

A ineficiência na contratação de pessoas é uma das principais causas de um turnover alto. Cabe à equipe de recrutamento e seleção alinhar suas escolhas à cultura da empresa, principalmente para evitar desligamentos precoces. Lembrando que esse processo pode ser facilitado pelo uso de tecnologia.

 

Ofereça benefícios de carreira

 

Proporcionar uma perspectiva de crescimento na empresa é um forte fator motivacional. O profissional quer ser desafiado, crescer, aprender, se desenvolver e, claro, ser reconhecido por isso. Portanto, uma boa medida é oferecer benefícios de carreira e um plano de desenvolvimento individual.

 

Acompanhe o clima organizacional

 

A insatisfação com o clima organizacional também é um motivo para que os talentos da sua equipe acabem pedindo desligamento. Esse cenário talvez represente, inclusive, a perda de parte do seu capital intelectual para a concorrência. Então, atue em prol da construção e manutenção de um bom clima organizacional.

 

Ouça os seus colaboradores

 

Feedbacks são muito importantes para estabelecer um relacionamento saudável, mas eles precisam ser uma via de mão dupla. Permita que os colaboradores manifestem suas insatisfações, sugestões e críticas. Assim, você terá a oportunidade de solucionar esses impasses antes que eles se tornem um problema maior.

 

Compreendendo o que é turnover e estando a par dessas dicas valiosas, você conseguirá dar a volta por cima e controlar o número de desligamentos na sua empresa. Ainda que algumas perdas sejam inevitáveis, há casos em que o RH pode agir de maneira pontual, com melhorias na organização como um todo.

 

Agora que você domina o que é turnover, que tal continuar aprendendo? Entenda por que medir o engajamento dos colaboradores!