Insights

O melhor sobre Gestão de Pessoas, People Analytics e Experiência do Colaborador.

Como implementar Employee Experience na minha empresa?

Saiba como convencer seu gestor a adotar pesquisa de clima organizacional contínua!

Employee Experience não se trata somente de conhecer como é a experiência do colaborador, mas principalmente de práticas do RH para criar uma vivência de trabalho significativa para o colaborador.

 

Pesquisas apontam que mais da metade dos colaboradores estão insatisfeitos em seus atuais trabalhos. Empresas com força de trabalho altamente engajada superam seus concorrentes em 147% no lucro por ação.

 

 Estes achados apontam para a necessidade que as empresas têm de redesenhar o seu relacionamento com seus colaboradores, a fim de alcançar os resultados corporativos desejados.

 

Foi por conta destas necessidades que nasceu o Employee Experience. A relação entre empresa e colaborador foi repensada, partindo de uma visão holística de toda a experiência do colaborador com a empresa, desde antes da sua admissão e inclusive após o seu desligamento.

 

10 ações que impactam negativamente na experiência do colaborador

 

  1. Falta de integração ao iniciar na empresa
  2. Interrupções constantes e ambiente de trabalho barulhento
  3. Falta de treinamento e de informação
  4. Cultura do medo
  5. Não ouvir os colaboradores
  6. Ouvir os colaboradores, mas não fazer nada a respeito
  7. Critérios de avaliação de desempenho subjetivos
  8. Favoritismo
  9. Ausência de planos de carreira e de oportunidades internas
  10. Ausência de feedback

 

Como implementar o Employee Experience

        

A implementação de uma estratégia de Employee Experience inicia pela separação dos colaboradores por clusters, segmentando-os a partir de seus desejos e necessidades. O Employee Experience deve ser desenhado a partir de uma compreensão diferenciada dos colaboradores.

 

Essas diferenças vão desde níveis de interesse em oportunidades diferenciadas até ao estilo de remuneração e recompensas que cada um valoriza. As empresas precisam focar em desenhar experiências diferentes para atender todos os perfis de colaboradores.

 

Compreender esses diferentes perfis envolve realizar pesquisas com os colaboradores através de diversas maneiras, incluindo entrevistas individuais, atividades em grupo, e pesquisas de clima através da metodologia de Continuous Pulses Survey, sempre tendo em mente obter o máximo de informações possíveis sobre a percepção desses colaboradores em relação a empresa.

 

 O RH pode utilizar o mapa da jornada, que descreve cada etapa pelas quais os colaboradores passam durante o ciclo de vida na empresa. Etapas como Recrutamento, Integração, Compensação e Benefícios, Aprendizagem e desenvolvimento, Envolvimento, Comunicação, Reconhecimentos, Desempenho, Progressão de Carreira, Aposentaria, Rescisão ou Demissão, entre outras que podem ser pensadas de acordo com a empresa.

 

Cada uma das etapas desenhadas deve destacar os resultados desejados tanto para a empresa quanto para o colaborador. É importante também reconhecer que a jornada do colaborador não é linear, ela possui diversos estágios e transições, que devem ser consideradas ao desenhar o mapa da jornada.

 

É importante alinhar como a empresa deseja que sua marca seja reconhecida com as características do ambiente de trabalho. Por exemplo, se a empresa quer que sua marca seja reconhecida pela automação e velocidade, o ambiente de trabalho deve refletir essas características por proporcionar aos colaboradores processos rápidos e a tecnologia necessária. Experimentar as características da marca auxilia os colaboradores a reforçá-los com os clientes.

 

Esse seria o primeiro passo para identificar as mudanças necessárias. Desenhar uma experiência de acordo com os desejos e necessidades de cada colaborador resulta em um aumento na retenção de colaboradores e engajamento, que gera resultados de maneira geral para a empresa.

   

 

_____________

REFERÊNCIAS

 

PLASKOFF, J. (2017) "Employee experience: the new human resource management approach", Strategic HR Review, Vol. 16 Issue: 3, pp.136-141

 

YOHN, Denise Lee. Design Your Employee Experience as Thoughtfully as You Design Your Customer Experience. 2016. Disponível em: <https://hbr.org/2016/12/design-your-employee-experience-as-thoughtfully-as-you-design-your-customer-experience>. Acesso em: 29 set. 2019.