Insights

O melhor sobre Gestão de Pessoas, People Analytics e Experiência do Colaborador.

[Case] A pesquisa contínua na Portonave


Conheça a Portonave

 

Localizada na cidade de Navegantes, em Santa Catarina, a Portonave iniciou suas operações em outubro de 2007, como o primeiro terminal privado de contêineres do país. A empresa atua no escoamento da produção das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil e de outros países da América do Sul e no recebimento de cargas de todo o mundo.

Reconhecida internacionalmente pela qualidade na prestação de serviços e pela alta produtividade, a Companhia emprega diretamente mais de 1,1 mil colaboradores e tem como premissa o compromisso com a excelência e promoção do desenvolvimento sustentável.

Como um importante diferencial competitivo, a Portonave possui uma câmara frigorífica – a Iceport – totalmente automatizada. A posição de destaque é assegurada pela infraestrutura do Terminal: seis Portêineres, 18 Transtêineres, 40 Terminal Tractors, cinco empilhadeiras Reach Stacker e quatro empilhadeiras para vazios, dois scanners e 2,1 mil tomadas reefers estão entre os diferenciais oferecidos pela Portonave.

Segmento:
Portuário

Localização:
Navegantes - SC

Número de colaboradores:
aprox. 1.000

Case-Portonave


Como conheceu a Pulses?

 

A Portonave conheceu a Pulses por intermédio da Ágora Entertraining, empresa de consultoria em Treinamento e Desenvolvimento, investidora da Pulses.

Iniciaram utilizando a Pulses em uma trilha de desenvolvimento em uma área específica da empresa. Com os resultados obtidos, a Portonave decide implementar a pesquisa de clima contínua em todas as áreas.

“Inicialmente realizamos a pesquisa quadrimestral, mas foi tão bom o resultado, que a gente resolveu trabalhar a pesquisa o ano inteiro” menciona Candice Ana do Nascimento, Consultora interna de RH da Portonave.

 

Que dor a Pulses resolve?


A Pulses torna a pesquisa de clima na Portonave mais viva, com ações mais assertivas e em tempo real. A empresa realiza pesquisa de clima desde 2009, porém no formato anual. Com a Pulses, a pesquisa passa a ser contínua, com pulsos para serem respondidos pelos colaboradores a cada semana.

Segundo Candice, a Pulses é muito intuitiva, agradável para responder, com uma linguagem apropriada para todos os públicos.

Candice ainda ressalta o impacto que a Pulses causou na cultura da Portonave  – “faz parte da rotina dos nossos gestores”.

 

Qual tem sido o papel do RH neste processo?


O RH tem o papel de facilitador. Apoia os líderes a analisarem seu dashboard, a trabalhar resultados da pesquisa, sugerindo e apoiando os gestores na realização e acompanhando dos planos de ação. Além de apresentar os resultados globais à diretoria, aos colaboradores, trabalhando ações corporativas.