Home » Blog » Engajamento » Saiba como funciona a pesquisa de engajamento
Compartilhe

Saiba como funciona a pesquisa de engajamento

Foto de Renato Navas, Especialista Pulses em People Sucess
Por Renato Navas 4 min leitura

Conheça a poderosa ferramenta que pode te ajudar a melhorar a performance e a produtividade dos seus colaboradores

O engajamento no trabalho é um fator relevante para qualquer negócio. Apesar de estar ligado ao nível de comprometimento dos colaboradores com a empresa, ele não se resume a uma fotografia estática da situação.

Por isso, é preciso acompanhá-lo de perto por meio de uma pesquisa de engajamento.

Você deve saber o quanto a experiência do seu colaborador é importante para garantir a satisfação e a motivação dele com o negócio. Mas você realmente conhece os fatores essenciais para que ele se conecte com a empresa e deseje fazer parte dela?

Entenda de uma vez por todas o valor da pesquisa e saiba como elaborá-la de modo que impacte a performance do seu time!

Homem segurando um bloquinho de madeira com um ícone sorrindo em referência a pesquisa de engajamento e colaborador satisfeito

Qual é a importância da pesquisa de engajamento?

O engajamento é um estado dinâmico de comprometimento de uma pessoa com uma causa. Trata-se de um envolvimento cognitivo e emocional ativo, desencadeado por propósitos comuns.

Quando um profissional se identifica com a razão de ser de uma organização e passa a desejar, genuinamente, fazer parte dessa história, ele desenvolve um senso de pertencimento, confiança e dedicação.

Colaboradores felizes em capa de livro em referência a construção da cultura de engajamento

Mas isso não depende só dele. Cabe à empresa reconhecer e dar atenção às questões que impactam o engajamento de seus colaboradores.

A etapa de reconhecimento é feita por meio da aplicação da pesquisa de engajamento, que busca avaliar aspectos:

  • individuais do colaborador (responsabilidade, controle emocional, iniciativa etc.);
  • do trabalho (recursos disponíveis, características das tarefas, satisfação etc.);
  • empresariais (normas, gestão, estratégias, recompensas etc.);
  • da liderança (relacionamento com a equipe, suporte, competência etc.);
  • da equipe (feedback entre os pares, relacionamentos interpessoais, colaboração etc.).

É com base nesses fatores que a empresa consegue identificar pontos de melhoria e começar a trabalhar a partir deles para desenvolver uma equipe engajada e comprometida.

Como deve ser feita?

Escolher as perguntas certas é metade do caminho para uma pesquisa de engajamento de sucesso. Para tanto, é necessário estabelecer um espaço aberto para o diálogo, ou seja, deixar os profissionais confortáveis para responderem de maneira franca e construtiva.

Se você não faz ideia de como elaborar o seu questionário, aqui vão algumas sugestões de perguntas:

  • eu não pediria demissão da empresa se recebesse uma proposta melhor?
  • estou satisfeito com a minha liderança?
  • sinto orgulho de fazer parte dessa empresa?
  • recomendo essa empresa para parentes e amigos?
  • a empresa inspira o melhor de mim todos os dias?

As opções de resposta podem ser uma escala que varia entre “concordo totalmente” a “discordo totalmente”.

Lembre-se de que, nesse tipo de pesquisa, é crucial manter o feedback anônimo para que as pessoas se sintam seguras em dizer o que realmente pensam.

Quais são os benefícios desse tipo de pesquisa?

Uma pesquisa de engajamento bem elaborada fornece dados e informações importantes sobre a equipe. O principal deles é o índice de engajamento do grupo, que pode ser traduzido em números e balizado a partir de dados anteriores.

Além disso, facilita a identificação de padrões e indicativos de desengajamento e engajamento, o que ajuda a prever determinados comportamentos (por exemplo, um profissional que está perdendo o interesse nas suas atividades).

Assim, a empresa consegue agir com antecedência, a fim de evitar problemas como o turnover.

Pesquisa de Clima e Engajamento

Não se deve confundir, no entanto, a pesquisa de clima organizacional com a de engajamento. Apesar de serem similares, as pesquisas de clima e engajamento apresentam diferenças significativas que devem ser consideradas.

Enquanto a pesquisa de engajamento se baseia em informações mais subjetivas, como a forma que o colaborador se sente e vivencia os processos dentro de um contexto, a pesquisa de clima organizacional tem como base outros parâmetros. Veja a seguir:

Quando realizada na empresa, a pesquisa de clima analisa o ambiente empresarial e o relacionamento entre colaboradores e empresa. O intuito é avaliar o que os colaboradores pensam da sua rotina de trabalho, processos, atividades, entre outros.

Pronto para colocar em prática?

A pesquisa de engajamento também favorece a autoestima dos profissionais, fazendo com que eles se sintam peças-chave para os resultados da empresa.

Isso colabora para que se tornem mais participativos e adeptos às propostas de mudanças que visam melhorar o desempenho da equipe. Portanto, invista nessa prática e colha esses e outros benefícios!

Antes de arregaçar as mangas e começar a preparar a sua pesquisa, confira alguns dados importantes sobre engajamento!

duas pessoas em frente a um celular mostrando dados em referência a pesquisa de engajamento e clima

Renato Navas Renato Navas é Cofounder e Head de People Success da Pulses. Psicólogo, pós-graduado em Administração, especialista em Leitura e Manejo de Grupos, Executive Coaching & Leadership Mentoring, Análise Transacional e Team Coaching. Experiência de mais de 15 anos em programas de desenvolvimento de liderança e de RH. Professor de pós-graduação em Gestão de Pessoas.  linkedin.com/in/renato-navas-27888016/
O que você achou ?
Curti
Divertido
Adorei
Surpreso
Chateado

Obrigado pelo seu feedback!

Através dele conseguiremos melhorar cada vez mais a sua experiência.

Quer receber mais conteúdos incríveis?

Cadastre-se e receba semanalmente nossos conteúdos por e-mail!