Home » Blog » Blog » Retenção de talentos: a valorização dos profissionais como estratégia
Compartilhe

Retenção de talentos: a valorização dos profissionais como estratégia

Por Michelly Dellecave 8 min leitura

Saiba por que investir na experiência dos colaboradores contribui para reduzir o turnover

Os resultados de um negócio só podem ser alcançados quando há bom desempenho na execução de cada atividade. Além disso, é preciso que profissionais de referência cumpram também seu papel nessa trajetória. Por isso, a retenção de talentos é tão importante.

Inclusive, ela pode representar um fator condicionante em um cenário tão competitivo quanto o atual.

Para manter bons profissionais na empresa, é preciso um RH estratégico e o planejamento de ações em conjunto com o time de líderes. Isto ajuda a garantir o cumprimento dos objetivos.

O desafio é grande, pois soma-se a ele todos os outros papéis a serem desempenhados pela área e um cenário externo nada favorável, com muitas possibilidades de atuação profissional e grande concorrência. 

Afinal, abordagens de outras empresas são cada vez mais frequentes, principalmente nas redes sociais. Quando profissionais têm bons currículos, conquistas de destaque e vasta experiência de trabalho, destacam-se no mercado e são muito requisitados.

O que fazer, então, para cumprir a missão de reter talentos? Fique por dentro do assunto com a leitura deste conteúdo que vai fazer a diferença no dia a dia da sua gestão de RH!

Em fundo amarelo aparecem fichas de admissão, aperto de mãos, lupa, balões de conversa, em referência a retenção de talentos

O que bons profissionais procuram em um emprego?

A experiência e o bem-estar são valores cada vez mais levados em conta por profissionais no mercado de trabalho.

Portanto, antes de mais nada, é importante nos dedicarmos à compreensão do que corresponde à experiência dos colaboradores com a organização, conhecida pelo termo employee experience. O vídeo abaixo pode te ajudar a entender mais sobre o assunto:

Ao explicar a definição do conceito, Jacob Morgan destaca dois pontos importantes: 

  • As empresas estão investindo cada vez mais em ações que proporcionem uma experiência de trabalho positiva;
  • É preciso ter cuidado para não confundir engajamento com employee experience. 

Isto é, quando falamos de experiência dos profissionais, estamos nos referindo a todos os aspectos capazes de influenciar a percepção pessoal no dia a dia

São eles: tecnologia (ferramentas e equipamentos necessários), espaço físico (mesmo em tempos de home office) e cultura (o quanto a empresa alinha práticas ao discurso de valores e posicionamento).

O mercado de trabalho se tornou mais flexível

As empresas não disputam somente entre si para atraírem e reterem talentos em suas equipes. 

Impulsionados pela era da disrupção e pelo ritmo acelerado da tecnologia, novos formatos de trabalho vêm ganhando espaço e passaram a ser opções promissoras em muitas áreas de atuação. O freelancer é um deles, e possui prós e contras.

Mesmo sem nenhuma garantia ou vínculo empregatício, os profissionais que optam por esse tipo de contrato têm flexibilidade de horários para desempenhar suas atividades e uma rotina praticamente livre de obrigações

Por isso, alinhar estratégias de gestão de talentos com o crescimento corporativo é imprescindível para manter atrativos. 

Itens importantes em uma proposta de trabalho

Uma pesquisa realizada pela Robert Half Talent Solution demonstra que as corporações nem sempre correspondem às expectativas dos colaboradores no mercado de trabalho. Uma boa remuneração ainda é o fator principal e benefícios em excesso não garantem a retenção de talentos.

A preferência por questões básicas é muito presente, tais como:

  • Horários flexíveis (fundamental para 88% dos entrevistados);
  • Bônus (indicado por 77%);
  • Seguro saúde (69%).

Por isso, aqui vai uma dica valiosa: conheça a fundo o perfil da maioria dos profissionais visados pela área de atuação do seu negócio e atualize-se diante do que tem sido praticado pelo mercado.

A lógica é que colaboradores satisfeitos proporcionem um clima organizacional saudável e, com isso, o engajamento – individual e do time – aumenta, a cultura organizacional se mantém fortalecida e as pessoas se sentem com vontade de continuarem exercendo sua função. 

É a retenção de talentos  acontecendo na prática! 

O desafio da retenção de talentos nas empresas

Se antigamente era comum passar muitos anos em uma mesma companhia, as gerações atuais possuem uma visão diferente sobre o mercado de trabalho. O que era uma questão de fidelidade agora é entendido como uma prática normal.

E não estamos falando apenas de trocar de empresa, como também de mudar de área de atuação. De acordo com um artigo publicado pelo MIT Management, as pessoas analisam a oportunidade de crescimento quando optam por um novo posto de trabalho.

Observam, também, o senso de pertencimento e a coerência e alinhamento do ambiente à cultura relatada pela organização. Para CEOs e diretores de várias startups, benefícios exagerados são o que menos importa.

Além do salário justo, a missão corporativa deve estar à frente de qualquer proposta.

“Autenticidade e conexão com a sua missão devem vir em primeiro lugar na definição da experiência do seu funcionário”, declara Katie Burke, diretora de RH da Hubspot.

A organização é conhecida por, entre várias vantagens diferenciadas, disponibilizar quartos para os colaboradores passarem a noite e encomendas gratuitas de livros com temas relacionados aos negócios da empresa. 

Fit cultural: o primeiro passo para a retenção de talentos

Vamos para uma segunda dica valiosa deste artigo: o quanto os processos seletivos priorizam o fit cultural dos candidatos antes da contratação? A adaptabilidade e permanência de uma pessoa em um novo ambiente de trabalho, em muitos casos, estão condicionadas a esse ponto. 

Funcionários que se identificam com a organização e com as relações de trabalho – tanto com gestores quanto com colegas – apresentam desempenho superior e mais motivação, segundo a Harvard Business Review. 

Como validar o fit cultural em processos seletivos

Para aplicar essa condicionante às seleções, é indispensável que haja clareza sobre a cultura organizacional idealizada e praticada diariamente. Depois de identificar comportamentos e valores, algumas ações podem ajudar a demonstrar o quanto o candidato tem ou não o perfil adequado. 

São elas:

  • Fale abertamente sobre esses aspectos (se possível, já na divulgação das vagas);
  • Aplique testes de análise do fit cultural (use exemplos de situações reais da empresa);
  • Converse sobre o assunto durante a entrevista. 

E não se esqueça: a validação do alinhamento de um candidato à cultura da empresa é tão importante quanto suas competências técnicas!

Como o clima organizacional impacta na rotatividade 

Já falamos anteriormente que o salário continua sendo um critério de escolha entre a maioria das pessoas em busca de novas oportunidades. Mas a retenção de talentos avança dessa fase e diz respeito ao período pós-contratação.

Ou seja, o que faz um bom profissional ter vontade de permanecer em determinada empresa. Lembra-se que, na introdução deste artigo, falamos sobre a atuação estratégica do RH junto às lideranças? 

Esse é um fator determinante para reter talentos, pois está diretamente ligado à manutenção do clima organizacional e, consequentemente, ao equilíbrio da rotina de trabalho em um ambiente saudável. Algumas tecnologias são excelentes aliadas nesse momento. 

Com pesquisas objetivas realizadas semanalmente, é possível mensurar indicadores de RH para identificar necessidades de melhoria e/ou pontos de acerto resultantes da execução de planejamentos dos gestores. 

Estamos falando das Pesquisas por Pulso, que já mudaram a realidade de vários clientes da Pulses e que tem potencial de indicar causas raízes de desengajamento dentro da equipe.  

Por que vale a pena investir na experiência do colaborador

A lógica é simples: investir na experiência e no crescimento da equipe significa – muito possivelmente – alavancar o desenvolvimento do seu negócio.  Trata-se de um diferencial competitivo importante.

Por isso, preparamos uma lista para comprovar por que esse é um assunto que merece total atenção:

  • Experiências positivas geram motivação e aumentam as chances de obtenção de certificados que classifiquem sua empresa como uma marca empregadora (employer branding);
  • Favorece o branding do negócio com boas repercussões por parte dos profissionais (o LinkedIn tem ótimos exemplos de pessoas satisfeitas declarando se sentirem felizes por trabalharem em determinados lugares);
  • Traz economia de recursos e agilidade para realização de projetos. Pesquisas apontam que profissionais talentosos são até três vezes mais produtivos no dia a dia;
  • Cria relações de confiança a partir do reconhecimento dos profissionais sobre o processo de desenvolvimento de carreira  proporcionado pela empresa;
  • Reduz o turnover, pois a chance de se solicitar desligamento – ou de que isso seja preciso em casos de baixa performance – são menores quando a equipe está contente com o trabalho.

É possível medir a experiência da equipe?

Sim, é possível. Boas experiências profissionais tendem a resultar em níveis positivos de satisfação do time.

Como falamos acima neste artigo, a análise dos indicadores certos é capaz de demonstrar se a sua estratégia está ou não correspondendo às expectativas do principal ativo do negócio: as pessoas.

Então, aproveite o ritmo da leitura e confira mais um conteúdo essencial da Pulses para elevar o nível estratégico da sua gestão:

Pessoas ao redor de um computador para representar a retenção de talentos e a experiência dos colaboradores

Michelly Dellecave Cofounder, Head of Education & Brand da Pulses. Psicóloga, Mestre em Psicologia, pós-graduada em Gestão Estratégica de Pessoas e especialista em Leitura e Manejo de Grupos. Experiência na área de Recursos Humanos e Professora de cursos de graduação e pós-graduação. linkedin.com/in/michelly-dellecave/
O que você achou ?
Curti
Divertido
Adorei
Surpreso
Chateado

Obrigado pelo seu feedback!

Através dele conseguiremos melhorar cada vez mais a sua experiência.

Quer receber mais conteúdos incríveis?

Cadastre-se e receba semanalmente nossos conteúdos por e-mail!