Home » Blog » Blog » O que é absenteísmo e como o RH pode atuar no problema?
Compartilhe

O que é absenteísmo e como o RH pode atuar no problema?

Por Renato Navas 5 min leitura

É preciso entender por que alguns colaboradores deixam de realizar tarefas em determinado contexto

A falta de colaboradores para executar atividades essenciais para o bom funcionamento da empresa gera grande preocupação. Afinal, atrasos, faltas frequentes podem adiar processos e interferir negativamente em resultados.

Se isso acontece em sua empresa, é importante compreender a origem do problema. O primeiro passo é entender o que é absenteísmo para, então, tomar as medidas certas para evitar que ele seja recorrente entre os colaboradores.

Confira no conteúdo abaixo tudo que você precisa saber sobre o tema!

interior vazio de escritório comercial com mesas, cadeiras e computadores, para representar o que é absenteísmo

O que é absenteísmo no trabalho

O termo diz respeito a um contexto em que os colaboradores faltam com ou sem justificativa com frequência no trabalho. Atrasos e não cumprimento de tarefas em sua totalidade também estão relacionados ao absenteísmo.

Isso tende a prejudicar a empresa em diferentes níveis. Quando uma pessoa deixa de realizar o que lhe é proposto, pode sobrecarregar colegas de equipe, atrapalhar o cumprimento de metas e até mesmo ocasionar em perda de clientes.

Fatores que podem gerar absenteísmo

Ao contrário do que os gestores possam imaginar, o absenteísmo pode não estar relacionado à falta de compromisso e de responsabilidade do colaborador. Quando acontece, pode ser um alerta de problemas que surgem da própria empresa.

Geralmente, essa condição revela, por exemplo, a sobrecarga de trabalho, principalmente em períodos de grandes demandas direcionadas para equipes reduzidas. Além disso, o absenteísmo é resultado dos seguintes cenários:

  • Problemas no clima organizacional;
  • Salários e benefícios defasados;
  • Falta de reconhecimento;
  • Falta de feedbacks;
  • Problemas de infraestrutura;
  • Aumento de horas extras;
  • Problemas no ambiente físico;
  • Assédio moral;
  • Desentendimento com colegas;
  • Falta de comunicação adequada;
  • Condições insalubres;
  • Fatores culturais e sociais;
  • O tipo de cultura da empresa;
  • Acidentes de trabalho.

Além destes, existem outros fatores que implicam na necessidade de compreender o que é absenteísmo e por que ele está ocorrendo. Em todos os casos, o colaborador fica menos produtivo, o que reduz a qualidade de suas atividades.

Consequências do absenteísmo para a empresa

Como dissemos, o colaborador insatisfeito ou improdutivo pode prejudicar outros membros de sua equipe. Neste caso, toda a produtividade de um setor inteiro pode ser afetada negativamente, o que compromete entregas e cumprimento de metas.

Além disso, o absenteísmo causa aumento nos custos operacionais, uma vez que a empresa deverá compensar o tempo e trabalho perdidos, seja contratando outros colaboradores ou pagando hora extra para outras pessoas do time.

O grande problema é que, com  estas medidas paliativas, corre-se o risco de criar um cenário de profissionais e clientes insatisfeitos. Isso sem contar no ciclo de conflitos, comportamentos considerados negativos, exaustão, entre outras consequências.

Daí a importância de contar com a área de Recursos Humanos e ferramentas que possam auxiliar a resolver os problemas causados pelo absenteísmo. 

Como a área de RH atua no absenteísmo

O primeiro passo é: calcule a taxa de absenteísmo. Divida as horas de trabalho pela jornada que deveria ser cumprida ao longo do período avaliado.

Além disso, o analista de Recursos Humanos deve, com base na CLT, identificar os elementos que implicam no absenteísmo, como:

  • Faltas injustificadas;
  • Atrasos;
  • Saídas fora do horário;
  • Atestados médicos, entre outros. 

De acordo com a CLT, existem uma série de penalidades que podem ser executadas em cada caso. As principais são as advertências, mas há suspensão por até 30 dias e descontos na folha de pagamento.

No entanto, estas medidas devem ser tomadas com cautela. Afinal, como já dissemos, é preciso focar na causa do problema para, então, prosseguir com a melhor forma de resolver, que seja vantajosa para a empresa e para o colaborador.

Existe absenteísmo justificado?

Sim! O absenteísmo pode ser justificado em casos, por exemplo, de doenças ou licença-maternidade. Nesses casos, o ideal é contar com um bom planejamento e gestão de equipes para que não haja maiores prejuízos no período da ausência do colaborador.

Em situações de absenteísmo injustificado, o ideal é compreender o que o gerou. Emergências, atrasos por conta do trânsito e acidentes, por exemplo, devem ser avaliados de forma diferente dos atrasos e faltas por conta de conflitos internos.

Por fim, é importante saber avaliar o que pode gerar o chamado absenteísmo emocional. Basicamente, ele é consequência de desgaste físico, longas jornadas ou, em casos mais graves, de assédio moral ou outros problemas sérios.

E agora, o que fazer?

Como vimos, o primeiro passo para evitar os problemas apresentados ao longo deste artigo é entender o que é absenteísmo. Com base na compreensão desse cenário, será possível prosseguir com as próximas medidas.

A qualidade de vida no trabalho é fundamental para evitar impactos negativos. Além disso, é importante que tanto o RH quanto o grupo gestor tenham uma visão detalhada da empresa, o que pode ser feito por meio da pesquisa de clima e engajamento.

A Pulses é uma plataforma de gestão contínua de pessoas que conta com soluções exclusivas para te ajudar a acompanhar os principais preditores de engajamento.

Acesse o conteúdo sobre a Pesquisa de Clima e Engajamento e veja detalhadamente como ter uma visão contínua da sua empresa por meio da nossa plataforma.

banner mostrando a capa do ebook sobre a pesquisa de clima e engajamento para explicar o que é absenteísmo

Renato Navas Cofounder e Head de People Success da Pulses. Psicólogo, pós-graduado em Administração, especialista em Leitura e Manejo de Grupos, Executive Coaching & Leadership Mentoring, Análise Transacional e Team Coaching. Experiência de mais de 15 anos em programas de desenvolvimento de liderança e de RH. Professor de pós-graduação em Gestão de Pessoas.  linkedin.com/in/renato-navas-27888016/
O que você achou ?
Curti
Divertido
Adorei
Surpreso
Chateado

Obrigado pelo seu feedback!

Através dele conseguiremos melhorar cada vez mais a sua experiência.

Quer receber mais conteúdos incríveis?

Cadastre-se e receba semanalmente nossos conteúdos por e-mail!