Home » Blog » Engajamento » Motivação no trabalho: 09 dicas práticas para garantir o bem-estar dos colaboradores
Compartilhe

Motivação no trabalho: 09 dicas práticas para garantir o bem-estar dos colaboradores

Foto de Renato Navas, Especialista Pulses em People Sucess
Por Renato Navas 5 min leitura
Duas pessoas conversando em referência ao parceiro Pulses Partners
Duas pessoas apertando as mãos em referência a indicação de parceiros do Pulses Partners
Banner azul chamando parceiros para se destacar no mercado com o Pulses Partners

Manter a motivação no trabalho melhora o clima organizacional e interfere positivamente no potencial de escalabilidade da empresa

Uma pesquisa realizada pela Aon, empresa de consultoria e corretora de seguros, revelou que, apesar de a América Latina ser a região que conta com os melhores índices de motivação no trabalho (75%), no Brasil, a realidade é outra.

Empresas brasileiras vêm notando uma queda no nível de engajamento desde 2016. Uma das justificativas para esse cenário está relacionada às dificuldades financeiras oriundas da crise econômica pela qual o país tem passado.

Não é à toa que temos notado a crescente preocupação de gestores e consultores de RH com a motivação de seus colaboradores. Se essa é a sua realidade, selecionamos 09 dicas importantes que podem ser aplicadas a partir de agora.

Mulher jovem e bem sucedida alegre em um escritório moderno, em referência a motivação no trabalho

1 Trace objetivos e metas alcançáveis

Colaboradores motivados sabem exatamente o que devem fazer e a importância de sua atuação para o sucesso do negócio. Por outro lado, quem não sabe ao certo seu papel nos processos da empresa, tende a não se reconhecer naquela cultura.

Estabeleça metas e objetivos claros. Isso gera sensação de pertencimento e faz com que os profissionais produzam com foco. Além disso, delegue tarefas respeitando as habilidades de cada um e evitando a sobrecarga.

2 Promova equilíbrio entre motivação coletiva e individual

Toda empresa é composta de pessoas com valores e comportamentos particulares, principalmente nesse momento em que a diversidade é pauta central nas organizações. Portanto, saiba equilibrar ações voltadas para o individual e coletivo.

Capa de livro mostrando uma medalha em referência ao impacto do reconhecimento no engajamento
Pódio com bandeira amarela no topo em referência ao engajamento para líderes
Colaboradores felizes em capa de livro em referência a construção da cultura de engajamento

A motivação no trabalho, ao contrário do que possa parecer, é algo subjetivo. Cabe ao gestor compreender como ela é encarada por cada colaborador e criar, a partir disso, medidas para melhorar o bem-estar do coletivo.

3 Ouça os colaboradores sobre motivação no trabalho

A boa comunicação é um dos pilares da motivação. Por isso, crie sistemas e canais eficazes de modo que os profissionais sintam-se acolhidos e confortáveis para falar sobre sua rotina, propor melhorias e fazer reclamações.

Isso está relacionado ao conceito de liderança emocional. Afinal, o líder precisa desconstruir o arquétipo de chefe onisciente para ser capaz de escutar com empatia e, a partir daí, tomar as medidas cabíveis com base nas informações recebidas.

4 Inspire-se em empresas que valorizam a motivação no trabalho

Mentes criativas estão por todas as partes, em busca de melhorias para  processos de gestão de pessoas. É importante buscar inspiração nesses profissionais e acompanhar as soluções de motivação no trabalho.

Pesquise e avalie casos de sucesso, veja o que os colaboradores de outras empresas estão falando sobre sua experiência. O Linkedin pode ser uma ótima ferramenta para a obtenção dessas informações.

5 Ofereça formas de incentivo fixas e variáveis

Fornecer estímulos faz parte de uma política que se baseia na necessidade de atrair, reter e formar bons colaboradores. Crie programas de incentivos fixos e variáveis para manter a atmosfera de inovação e novidade na empresa.

Exemplos incentivos fixos são:

    • plano de saúde;
    • auxílio-creche;
    • vale refeição;
    • seguro de vida, etc.

Já os incentivos variáveis podem ser bonificação para:

    • alcance de metas;
    • viagens;
    • passeios;
    • jantares;
    • comemoração por tempo na empresa, etc.

6 Esteja atento aos fatores que podem gerar estresse

O estresse no trabalho pode gerar uma série de problemas e distúrbios emocionais e de saúde. Isso impacta diretamente na produtividade do colaborador e, consequentemente, para a equipe e para a empresa como um todo.

Monitore os fatores ambientais e comportamentais que interferem no bem-estar de todos.

Elabore ações que reduzam a tensão e garanta que as condições ofertadas estejam em consonância com as atividades desempenhadas pelos colaboradores.

7 Ofereça horários flexíveis

Uma empresa organizada deve manter horários de funcionamento coerentes com sua dinâmica. No entanto, é preciso manter uma certa flexibilidade para que as atividades sejam realizadas com mais fluidez, sem prejudicar prazos e processos.

Antes de distribuir a carga horária, ouça o que os colaboradores têm a dizer. Se for possível, faça reuniões semanais para alocar tarefas e considere que imprevistos acontecem. Evite monitorar os horários de trabalho com rigidez.

8 Proporcione ambiente adequado

Espaços físicos improvisados ou mal estruturados geram dores musculares, lesões por esforço repetitivo, problemas respiratórios, entre outros problemas físicos, sejam eles leves ou até mais graves. 

A boa ergonomia e organização, tanto no trabalho remoto, quanto no presencial, devem ser garantidas. Faça com que todos  desfrutem de espaços ocupacionais saudáveis e funcionais, com mobília, iluminação, limpeza e ventilação adequadas. 

9 Engaje os colaboradores

Se o colaborador é indispensável para os bons resultados do negócio, investir em seu bem-estar deve ser um dos pilares da cultura organizacional.

Não é à toa que as ações de engajamento são indispensáveis para estimular a colaboração mútua. 

Uma cultura de engajamento é pautada em treinamentos, definição de metas alcançáveis, reconhecimento, integrações e feedbacks construtivos.

Saiba reconhecer os avanços de sua equipe e deixe isso transparecer para toda empresa. 

Como saber se as medidas de motivação no trabalho estão funcionando?

A melhor maneira de fazer esse tipo de análise é promovendo uma pesquisa de clima e engajamento bem estruturada. Ela permite a obtenção de dados precisos sobre percepção do colaborador do ambiente, relacionamento e processos.

Além disso, ao usar a metodologia adequada para esse tipo de pesquisa, você permite que os colaboradores se sintam seguros para falar sobre os aspectos positivos e negativos que identificam na empresa, por exemplo.

Isso sem contar que ela possibilita a criação de um planejamento mais estruturado de promoção de melhorias, eficiência, atuação de líderes, entre outros aspectos.

Com os insights que trouxemos com este conteúdo, você já pode melhorar a motivação dos colaboradores em sua empresa.

Aproveite para conhecer mais sobre a Pesquisa de Clima e Engajamento da Pulses, plataforma de gestão continua de pessoas, e aproveite para otimizar a gestão de pessoas em seu negócio.

Capa de e-book sobre pesquisa de clima e engajamento para falar sobre motivação no trabalho

Renato Navas Renato Navas é Cofounder e Head de People Success da Pulses. Psicólogo, pós-graduado em Administração, especialista em Leitura e Manejo de Grupos, Executive Coaching & Leadership Mentoring, Análise Transacional e Team Coaching. Experiência de mais de 15 anos em programas de desenvolvimento de liderança e de RH. Professor de pós-graduação em Gestão de Pessoas.  linkedin.com/in/renato-navas-27888016/
O que você achou ?
Curti
Divertido
Adorei
Surpreso
Chateado

Obrigado pelo seu feedback!

Através dele conseguiremos melhorar cada vez mais a sua experiência.

Quer receber mais conteúdos incríveis?

Cadastre-se e receba semanalmente nossos conteúdos por e-mail!