Por Michelly Dellecave
6 min leitura

Qualidade de vida no trabalho: 4 hábitos que ajudam o colaborador

Conheça as melhores práticas de bem-estar para resolver o desgaste emocional dos colaboradores

Segundo dados da Aberje, Associação Brasileira de Comunicação Empresarial, 52% dos brasileiros ouvidos sofrem de ansiedade no trabalho. Os números são preocupantes e levantam o alerta sobre como está sendo tratada a qualidade de vida no trabalho, nos dias atuais.

Quando o bem-estar dos colaboradores não é levado em conta, os casos de doenças psiquiátricas tendem a crescer entre trabalhadores e afetar toda a empresa. Nesse momento, deve-se pensar quanto as organizações perdem por não olhar para essa questão.

Você já se perguntou, por exemplo, como construir um ambiente estimulante e acolhedor para os seus colaboradores? Pensar nas necessidades relacionadas ao trabalho das equipes é essencial para uma empresa alcançar bons resultados.

A preocupação com a saúde ocupacional é importante e realmente demanda alguns cuidados e investimentos. Com eles, são ampliadas as oportunidades de desenvolvimento pessoal e do negócio.

O que nós vamos mostrar neste conteúdo é que há várias estratégias para melhorar o bem-estar na empresa. Então, não perca esta chance de aprender mais sobre o assunto!

Quais práticas promovem a qualidade de vida no trabalho?

Há várias estratégias e práticas de bem-estar que podem ajudar a trazer mais qualidade de vida para a sua equipe. Desde hábitos físicos até aqueles que envolvem mais os aspectos socioprofissionais da equipe. Aqui, vamos te mostrar algumas delas agora!

1. Estimule a prática de atividade física

A atividade física ajuda a prevenir diversas doenças, contribui para a liberação de hormônios, que melhoram o humor e dão a sensação de prazer, além de eliminar traços de tensão que aparecem no dia a dia.

Ginástica laboral, yoga, atividades ao ar livre e natação são ótimas opções, mas o ideal é direcionar o profissional para praticar algo que mais agrade a ele. Afinal, o esporte envolve relação com o corpo, conhecimento das próprias potencialidades e limites.

2. Adote horários flexíveis

Muita rigidez no horário pode gerar tensão e alguns entraves em certos momentos. Às vezes acontece um imprevisto e o colaborador precisa sair mais cedo, por exemplo. Uma boa alternativa é a empresa ser mais flexível na gestão do horário.

O banco de horas, por exemplo, funciona nesse sentido. Isso incentiva o trabalhador a ter mais autonomia e responsabilidade no gerenciamento do próprio expediente. Estimule o profissional a participar dessas escolhas, para a criação de soluções construtivas em conjunto.

3. Disponibilize benefícios

Os benefícios promovem bem-estar e tranquilidade para o colaborador e para a família dele, sendo um ótimo fator de retenção de talentos. Um cartão-alimentação e um plano de saúde, por exemplo, são indispensáveis para um bom rendimento no trabalho.

Sabendo que terão garantias para alimentação e saúde, os colaboradores se sentem mais acobertados e conseguem manter a saúde em dia com mais eficiência.

4. Promova ações de combate ao estresse

Um ambiente corporativo estressante e conflituoso é um grande fator de adoecimento para o time. Já um espaço colaborativo e estimulante é ideal para incentivar a criatividade e a produtividade.

É fundamental lançar um pouco de luz sobre questões pertinentes, como a saúde mental em tempos de pandemia. Promova discussões a respeito da rotina de trabalho, com espaço para a equipe falar das dificuldades e possibilidades do dia a dia e peça sugestões de melhorias.

Qual a importância das práticas de bem-estar do trabalhador?

Perceber a importância de promover práticas que trazem bem-estar ao trabalhador é essencial para empresas que valorizam a vida e a saúde dos seus colaboradores. Afinal, quando se constrói um ambiente corporativo saudável, os resultados são inúmeros para todos.

Primeiro se reduz os riscos de doenças psicossomáticas na equipe e, com isso, diminuem os riscos de uma série de prejuízos na empresa. E esses prejuízos estão relacionados tanto a questões financeiras como, em situações mais graves, à integridade física das pessoas.

Segundo a ANAMT, casos de suicídio de trabalhadores nos locais ou horário de trabalho ganharam mais visibilidade na última década. Sendo o trabalho um determinante social da saúde, um local tóxico ou insalubre é um risco à integridade física dos trabalhadores.

Alguns casos podem chegar ao limite e os danos podem ser irreversíveis. É preciso pensar e falar sobre para se construir uma cultura de cuidado com o colaborador. Além disso, trabalhadores saudáveis e felizes otimizam o serviço e produzem melhor.

É preciso cuidar e incentivar a qualidade de vida no trabalho para diminuir gastos com afastamentos e ajudar a diminuir o absenteísmo. A proposta é criar um ambiente saudável, estimulante e construtivo, o que influencia positivamente a experiência do colaborador.

Essas estratégias funcionam como um estímulo para a equipe enfrentar desafios com criatividade e disposição, assim como resolver problemas com diálogo e colaboração. Afinal, não é segredo para ninguém a importância de ouvir o colaborador.

Uma vez que os profissionais estão saudáveis e felizes, eles se sentem mais engajados com a empresa e se dedicam mais ao trabalho. Com isso, produzem melhor e proporcionam entregas acima das expectativas. No final, todo mundo ganha!

O que mais é importante para promover a qualidade de vida na empresa?

Destacamos também que é essencial adotar uma cultura de feedback e escutar os colaboradores, para mantê-los motivados. Sempre incentive a negociação, o diálogo e o apoio mútuo e busque oferecer condições laborais confortáveis e apropriadas.

Falhas nessas questões geram desmotivação e perda de engajamento. Então, invista na qualidade de vida no ambiente de trabalho para proporcionar o bem-estar dos colaboradores.

Certifique-se de que este é um compromisso ético para o negócio e que é uma responsabilidade de toda a empresa. É essencial que todos do time estejam empenhados em cuidar uns dos outros. Cuidar do time é acreditar e investir no potencial dele.

E agora, o que fazer?

Gostou das nossas dicas valiosas sobre como garantir qualidade de vida dos seus trabalhadores? Então aproveite e compartilhe este post com seus colegas da área e nas redes sociais.

Assim você estará contribuindo para que mais empresas repensem seus hábitos e adotem práticas salutares em suas organizações. Aproveite e confira também o nosso e-Book sobre “Dicas para trabalhar Saúde Mental dos colaboradores” para se aprofundar mais no assunto!

Ilustração de livro com a capa azul claro e branco com a figura de uma mulher de braços abertos sentindo o vento ao ar livre enquanto caem algumas folhas pelo chão

 

O que você achou ?
Curti
Divertido
Adorei
Surpreso
Chateado

Obrigado pelo seu feedback!

Através dele conseguiremos melhorar cada vez mais a sua experiência.
Compartilhe

Quer receber mais conteúdos incríveis?

Cadastre-se e receba semanalmente nossos conteúdos por e-mail!