Home » Blog » Clima organizacional » Clima organizacional nas empresas: conheça 5 cases de sucesso
Compartilhe

Clima organizacional nas empresas: conheça 5 cases de sucesso

Por Renato Navas 9 min leitura

Saiba o que essas empresas fizeram para construir um bom ambiente corporativo a partir de dados estratégicos

O clima organizacional nas empresas é um termômetro fundamental para o crescimento dos negócios. 

Isso porque a percepção coletiva dos colaboradores sobre a empresa tem muito a dizer sobre a condução do empreendimento. Em grande parte, ela é resultado das ações dos gestores e da equipe de RH.

Mas você sabe responder, hoje, qual é o nível de satisfação das pessoas que integram sua equipe? Se a resposta foi “Não”,  fique calmo! Apesar deste ser um indicador crucial, ainda é comum não saber. 

Neste artigo, vamos contar histórias de empresas que decidiram procurar por soluções para entender o clima organizacional, estruturar uma boa base de dados e planejar iniciativas eficazes para virarem o jogo. Confira!

Pessoas animadas observando a ascensão de um foguete em referência ao clima organizacional nas empresas

Clima organizacional nas empresas: por que é tão importante

É fato que, hoje em dia, o RH estratégico está em voga nas empresas. Estão incluídas nesse tipo de atuação muitas informações sobre as rotinas de trabalho e sobre a satisfação dos profissionais.

Clima, cultura, engajamento e motivação são os pilares que devem sustentar o planejamento da área dentro de um negócio.

Pessoa apresentando estatísticas em referência aos motivos para realizar pesquisa de clima organizacional
Foto de Cesar Nanci para falar sobre continuous sensing, a evolução das pesquisas de clima organizacional
Duas pessoas olhando o aplicativo da Pulses em referência a adesão à pesquisa contínua de clima organizacional por pulso
Pessoa segurando um ícone feliz na capa de ebook sobre o instrumento pulses para pesquisas de clima organizacional

Para este artigo, escolhemos o clima organizacional, que talvez seja o indicador mais importante e influente sobre todos os outros aspectos que citamos. 

Mas, afinal, o que é o clima organizacional de um negócio?

Resumidamente, ele corresponde a como os seus colaboradores percebem a organização. Atente-se a este fator! Quando o clima corporativo mostra sinais de atenção, é necessário tomar iniciativas imediatamente.

Essa é a importância do clima organizacional nas empresas.

Para monitorá-lo, ferramentas especializadas em pesquisa contínua de clima por pulso são o recurso que você precisa. Isso mesmo! Diferente das pesquisas anuais, respostas rápidas e dados sobre o clima organizacional são a chave para tomadas de decisão acertadas. 

É o exemplo da solução desenvolvida pela Pulses. 

Medindo o pulso da organização, o plano de ação pode se tornar mais ágil e eficaz. A pesquisa foca em variáveis que impactam no engajamento. São avaliados os critérios de:

Esse agrupamento integra as 12 dimensões do instrumento Pulses. Entenda melhor os benefícios que essa metodologia inovadora — e exclusiva nos mercados nacional e internacional — pode proporcionar.

5 casos de sucesso de clima organizacional 

A pesquisa de clima e engajamento contínua da Pulses aprofunda automaticamente as causas raízes de qualquer situação inesperada com o uso de inteligência analítica.

Você irá conferir, a seguir, cinco exemplos de organizações que fizeram essa escolha e mudaram a realidade dos seus times. Acompanhe! 

1 – ZAZ Vendas: A cultura do pertencimento como diferencial

A ZAZ está presente em 85 cidades e 13 estados brasileiros. A empresa do segmento de tecnologia possui aproximadamente 700 funcionários e escolheu a Pulses como parceira em 2017.

A possibilidade de responder a pesquisa em qualquer lugar fez a diferença e assegurou o que era preciso para a cultura de pertencimento! Todas e todos se sentiram mais próximos à gestão.

O índice de 94% de adesão dos colaboradores à pesquisa de clima organizacional representou um marco para a ZAZ. 

Pesquisas de clima convencionais dificilmente atingem mais de 50% de participação. Por isso, chegar próximo a 100% prova o quanto os diferenciais de uma ferramenta especializada são eficientes.

Esse nível de participação foi extremamente importante para a proposição de iniciativas como o “Canal Bem-Estar”. 

A detecção do score baixo na “dimensão bem-estar” da pesquisa de pulso contínua direcionou o planejamento do time de RH para esse aspecto.

“Utilizo muitas das sugestões da própria Pulses para criar esses planos de ações. Eu escrevo, traço o objetivo, encaminho para os diretores e realizo o controle da evolução” – Fernanda Pontes, Canal Bem-Estar

2 – Clínica Florence: Escuta contínua para engajar colaboradores 

Temos, aqui, uma confirmação do quanto é essencial envolver todo o time quando se discutem os rumos da gestão e da empresa no geral. No contexto de pandemia, a solução da Pulses fez total diferença para a Clínica Florence.

A partir do módulo Clima & Engajamento, Comunicados e Múltiplos Instrumentos, foi possível aumentar em 12% o engajamento dos colaboradores.

A estratégia de escuta contínua foi a aposta. 

A primeira clínica de transição de cuidados do Nordeste conta com, aproximadamente, 150 funcionários. Ou melhor: cuidadores. É assim que são nomeadas as pessoas que trabalham lá. 

Os gestores identificaram que grande parte do time tinha receio de contaminação por COVID-19 no percurso casa-trabalho-casa. Um planejamento de 11 ações foi colocado em prática para trabalhar essa questão.

Os resultados foram os seguintes:

  • 98% dos cuidadores se declararam engajados;
  • o Net Promoter Score (NPS) aumentou de 71 para 90;
  • o employee Net Promoter Score (eNPS) aumentou de 52 para 78.

Os números demonstram que o negócio atingiu o patamar de excelência com scores acima de 75 para NPS e eNPS. Sem a pesquisa, provavelmente o problema só seria percebido quando já tivesse tomado proporções bem maiores. 

Eis o motivo pelo qual é essencial saber o que os colaboradores pensam!

3 – Neon Pagamentos: Sensibilização acima de tudo

A fintech brasileira criadora da primeira conta digital do Brasil a utilizar o sistema biométrico inovou também no fortalecimento da sua cultura.

Com o intuito de dar mais autonomia aos líderes com uma plataforma de people analytics, a Neon pagamentos descobriu a Pulses.

Depois da aquisição e de um processo de sensibilização, a taxa de aceitação da ferramenta chegou a 86% em toda equipe. 

Para Ana Cláudia Silveira, Gerente de Desenvolvimento Organizacional, garantir que todos serão ouvidos de forma anônima foi um ponto agregador para os resultados.

“A sensibilização é super importante. Você não pode simplesmente lançar uma pesquisa e não envolver as pessoas. Elas precisam se sentir parte do processo” – Ana Cláudia Silveira, Gerente de Desenvolvimento Organizacional

Como exemplo de empresa que valoriza os colaboradores como principal ativo, a Neon tem como objetivo conquistar mais agilidade na apuração de indicadores e dar mais autonomia aos líderes.

4 – Bridge Consulting: Cultura de transparência e colaboração à distância 

É possível manter uma cultura de transparência com pessoas alocadas em diferentes lugares, trabalhando em projetos diversos? A Bridge Consulting demonstra que sim.

A pesquisa anônima era tudo o que a consultoria em gestão e tecnologia, com cerca de 90 colaboradores, precisava.

O caminho seguido pela empresa foi contratar a solução, ouvir os consultores e compartilhar abertamente os resultados e planos de ação em reuniões coletivas.

A iniciativa mostra a relevância da preocupação com as percepções sobre o ambiente empresarial, independente da configuração do negócio. Afinal, o fato de os colaboradores não trabalharem no mesmo local não significa que não devem ser ouvidos. 

E, com dados provenientes das pesquisas, fica mais fácil dar os próximos passos rumo à ampliação dos projetos e de seus números.

A Pulses revelou as dores de grupos de consultores e fez com que os colaboradores a enxergassem como uma forma de falarem o que pensam.

Ouça mais detalhes sobre este exemplo de gestão no podcast com Rafael Quinteiro, Senior Partner & Head da Bridge Consulting:

É evidente: preocupar-se com o clima organizacional nas pequenas empresas facilita o crescimento e impulsiona os lucros. 

5 – Somapay: Feedback impulsionando o engajamento

Um dos desafios mais representativos na jornada de uma organização é atuar de maneira eficaz no clima organizacional durante a impulsão acelerada do negócio e a fintech Somapay passou por isso.

Foi preciso fortalecer a cultura, empoderar as lideranças e difundir o valor do feedback para impulsionar o engajamento. Para vencer essa etapa, os seguintes passos foram estabelecidos:

  • elaboração da pesquisa;
  • sensibilização;
  • aplicação da avaliação;
  • feedbacks;
  • plano de ação e follow-up.

Depois da avaliação, todos os líderes tiveram a oportunidade de alinhar expectativas com seus times e planejarem resoluções. A nota da dimensão “Feedback & Reconhecimento” passou de 7.6 para 8.2 com as mudanças.

A liderança também ganhou pontos: o aumento de 4,6% na satisfação da equipe mostrou ao time de Gente & Gestão da Somapay uma evolução considerável nas relações entre líderes e liderados. 

Para deixar tudo ainda melhor fundamentado, a empresa contou com o apoio da Impulsionarh além da Pulses.

O combo ficou completo, com uma consultoria focada no desenvolvimento de profissionais de RH e um instrumento de medição frequente para avaliar os resultados.

Contar com o apoio de especialistas pode trazer novas ideias e tornar as ações mais robustas. Pense nisso!

Comece agora a escrever a jornada do seu case

Com tantos impactos positivos, ficou mais do que evidente a importância de se trabalhar o clima organizacional nas empresas. A relação entre empresa e colaborador corresponde a um atributo significativo para a experiência dos profissionais e a retenção de talentos.

E você, o que tem feito para descobrir possibilidades e melhorar os números do seu negócio?

Após a pandemia, o ritmo da digitalização acelerou em 85% das corporações. O dado é de uma pesquisa realizada pela McKinsey & Company.

Diante de novos hábitos, anseios e transformações da realidade profissional, não há quem não tenha passado por alguma novidade nas relações corporativas.

Temos mais um dado relevante para compartilhar: 94% dos talentos pesquisados pelo LinkedIn — no relatório Global Talent Trends 2020 — concordam que a experiência do funcionário será muito importante para o recrutamento e futuro das áreas focadas em pessoas. 

Então, a hora é agora!

Para saber como lidar com essa e com qualquer outra situação, a solução é simples: conte com o time de especialistas da Pulses, nossa plataforma de gestão contínua de pessoas com metodologias consolidadas para iniciar ações de clima organizacional.

Obtenha, ainda, conhecimento sobre employee experience, people analytics, cultura organizacional e performance do time

Entenda como esses conceitos irão construir a melhor versão do seu time de RH junto às lideranças e aos colaboradores da empresa. Assista a uma demonstração da plataforma clicando abaixo e descubra como a Pulses pode te ajudar!

Formas geométricas brancas que indicam movimento, em fundo azul

Renato Navas Cofounder e Head de People Success da Pulses. Psicólogo, pós-graduado em Administração, especialista em Leitura e Manejo de Grupos, Executive Coaching & Leadership Mentoring, Análise Transacional e Team Coaching. Experiência de mais de 15 anos em programas de desenvolvimento de liderança e de RH. Professor de pós-graduação em Gestão de Pessoas.  linkedin.com/in/renato-navas-27888016/
O que você achou ?
Curti
Divertido
Adorei
Surpreso
Chateado

Obrigado pelo seu feedback!

Através dele conseguiremos melhorar cada vez mais a sua experiência.

Quer receber mais conteúdos incríveis?

Cadastre-se e receba semanalmente nossos conteúdos por e-mail!