Home » Blog » Clima organizacional » 5 Ações de lideranças para saber como melhorar o clima organizacional
Compartilhe

5 Ações de lideranças para saber como melhorar o clima organizacional

Foto de Renato Navas, Especialista Pulses em People Sucess
Por Renato Navas 10 min leitura

Saiba como ações de lideranças podem melhorar o clima organizacional da sua empresa

Uma organização reúne pessoas diferentes, cada uma com sua história, percepções, crenças, aspirações e questionamentos. Por isso, é tão importante sempre se perguntar como melhorar o clima organizacional e de quem é essa responsabilidade.

Afinal, os colaboradores são indivíduos diversos que convivem e a “atmosfera” formada por essa convivência é medida a partir do clima organizacional.

Uma boa relação interpessoal alinhada às metas propostas pela empresa são o conjunto ideal para um dia a dia saudável no âmbito profissional e a saudabilidade impacta no comprometimento e, consequentemente, no desempenho do time.

Diante disso, o objetivo deste artigo é te ajudar com algumas ideias que inspiram ações para trabalhar a favor de um contexto positivo no convívio entre os colaboradores da sua empresa e, consequentemente, te ensinar a como melhorar o clima organizacional.

Confira a seguir!

5 dicas e ações de como melhorar o clima organizacional 

Você já entendeu que é imprescindível mensurar a realidade da sua organização antes de pensar em qualquer planejamento ou de partir para a ação.

Agir diante de um cenário já desbravado se torna muito mais simples e as circunstâncias para se atingir o êxito ficam mais favoráveis. Mas então, como melhorar o clima organizacional?

Pessoas trabalhando com ícones de engrenagens em movimento em referência ao rh ágil e digital
Duas pessoas olhando o aplicativo da Pulses em referência a adesão à pesquisa contínua de clima organizacional por pulso
Pessoa segurando um ícone feliz na capa de ebook sobre o instrumento pulses para pesquisas de clima organizacional
Pessoa apresentando estatísticas em referência aos motivos para realizar pesquisa de clima organizacional
Foto de Cesar Nanci para falar sobre continuous sensing, a evolução das pesquisas de clima organizacional

É claro que cada empresa tem suas especificidades. Somente uma pesquisa de clima será capaz de revelar detalhes para que você empodere as lideranças rumo a ações estratégicas e coerentes com o momento do negócio.

Mas algumas dicas de aspectos gerais podem fazer a diferença e resgatar pontos básicos esperados em um clima organizacional positivo. Vamos a elas:

Grupo de jovens discutindo negócios enquanto se reúnem no escritório em referência a como melhorar o clima organizacional

1 Propor e realizar intervenções de endomarketing

Algumas ações reforçam a marca no ambiente de trabalho e ajudam a cativar os colaboradores, gerando melhor integração entre as equipes, como:

    • eventos institucionais internos;
    • boas práticas de comunicação;
    • benefícios corporativos;
    • materiais institucionais como vídeos com momentos da empresa, agendas, calendários, entre outros.

2 Incentivar a participação nas pesquisas de clima

As lideranças exercem grande influência em seus times e são porta-vozes dos objetivos da empresa.

Por isso, mostre aos líderes a importância de se investir tempo e esforços para dedicar ao clima organizacional e os incentive a levar essa mensagem a todos os colaboradores.

É essencial que haja engajamento com as pesquisas!

3 Mostrar resultados e promover ações

Abrir o compilado de resultados das pesquisas de pulso contínuas é uma boa estratégia para mostrar aos colaboradores que existem ações sendo planejadas e empregadas a fim de melhorar o que foi diagnosticado.

Além disso, essa atitude também é um demonstrativo de transparência!

4 Falar sobre o papel dos líderes para o desenvolvimento dos times

É preciso ir além do feedback: de acordo com a Gallup, somente 26% das pessoas concordam totalmente que o feedback ajuda a melhorar o trabalho.

Portanto, vale reforçar não somente a necessidade de abertura para críticas construtivas e colaboração, mas também a relevância da liderança como norteadora da evolução profissional, apoio para priorização de projetos e gerenciamento de desafios interpessoais.

5 Promover a diversidade e o respeito entre os colaboradores

Desde os processos seletivos ao dia a dia na empresa, ceda espaço para que a diversidade esteja em pauta.

Uma pesquisa da Harvard Business Review revelou que os funcionários se sentem mais engajados e dispostos a irem além de suas responsabilidades formais quando a diversidade é reconhecida no ambiente de trabalho.

Outro ponto de destaque é a redução de até 50% na existência de conflitos.

O papel do gestor de Recursos Humanos

Você pode pensar: “O título sugere ações para as lideranças. Por que eu, gestor de Recursos Humanos, devo me atentar a isso?”. Porque este é um trabalho a ser desempenhado em conjunto.

A área de Recursos Humanos precisa empoderar líderes a fim de manter a qualidade dessa relação dentro dos times e entre os times. O empoderamento só é possível quando se tem conhecimento amplo sobre o que se passa dentro da organização.

Para isso, é preciso investigar como os colaboradores percebem, hoje, os processos, as políticas e a rotina da empresa. Você pode perguntar:

    • Estão felizes?
    • Sentem-se confortáveis com as práticas do dia a dia da empresa?
    • Pretendem continuar trabalhando na organização por muito tempo?
    • As pessoas classificam seu negócio como um bom lugar para se trabalhar?

Sabemos que manter essas expectativas alinhadas aos resultados não é tarefa fácil.

Ainda mais quando estamos falando de um ponto que vale tanto para o convívio presencial quanto para a nova realidade do trabalho remoto em tempos de pandemia.

Por que acompanhar continuamente o clima organizacional?

O clima organizacional corresponde às impressões causadas pelo conjunto do ambiente interno empresarial. Ou seja, o quanto os talentos que trabalham na organização estão engajados no dia a dia e se mostram satisfeitos com a rotina de trabalho e suas relações.

Como falamos na abertura deste artigo, por mais que uma empresa reúna pessoas diferentes trabalhando em prol dos objetivos do negócio, não se pode ignorar o fato de que cada uma delas também possui metas pessoais.

Por isso, estilo de liderança, remuneração, perspectiva de carreira e relações interpessoais são alguns dos fatores que também podem influenciar o clima no dia a dia.

Já falamos também que engajamento é diretamente proporcional ao comprometimento. Ou seja: influenciam nos resultados obtidos. Logo, é fundamental que as empresas se dediquem para saber como melhorar o clima organizacional.

Principalmente considerando que somente 15% dos funcionários de todo o mundo se sentem engajados no trabalho, conforme pesquisa divulgada pela Gallup.

Isso não quer dizer que o RH seja a área responsável por ter conhecimento sobre todo e qualquer episódio que venha a acontecer com cada um dentro da empresa.

Porém, é sim função do gestor de RH ter visão estratégica sobre o principal ativo de uma organização: as pessoas.

Neste caso, para prestar apoio às lideranças na condução de situações que afetem o clima organizacional, é necessário manter um acompanhamento contínuo.

Afinal, é comum que, em um curto período, haja uma mudança brusca de clima e isso pode levar a uma crise inesperada.

A pesquisa de clima precisa ser rotina nas empresas

Só existe uma forma de acompanhar fatores positivos ou negativos na trajetória das equipes de uma organização: dar abertura e receber o retorno com a visão de quem está na ponta das operações.

A prática mais indicada é a pesquisa contínua por pulso (ou pulse survey), que leva este nome por ser aplicada repetidamente a cada semana ou a cada quinze dias ? diferente de uma pesquisa de clima tradicional, realizada uma vez a cada semestre ou anualmente.

A pesquisa contínua por pulso possui uma base de indicadores relacionados que vão direto aos pontos que mais importam no dia a dia dos colaboradores na empresa.

Você pode avaliar aspectos como relacionamento interpessoal, liderança, estrutura da organização, feedback e reconhecimento, carreira, diversidade e felicidade no trabalho, com questionários objetivos e resultados de fácil mensuração.

Assim, o RH tomará conhecimento de diagnósticos contínuos sobre o clima organizacional.

É como se, em vez de uma foto de um momento específico, você detivesse as informações de um filme do ambiente da empresa para planejar ações estratégicas junto aos líderes. E o que é melhor: com assiduidade.

Como as pesquisas de clima apoiam a liderança nas decisões?

Tomar uma decisão a respeito de algo sobre o qual temos entendimento é mais seguro e confortável do que agir sem nenhuma informação.

Quando se tem em mãos uma tecnologia baseada em consistências estatísticas e com uma metodologia eficiente para medir as expectativas dos colaboradores, fica muito mais fácil encarar o desafio de melhorar o ambiente e as condições de trabalho.

Uma solução focada nessa demanda leva em consideração detalhes que influenciam a dedicação dos times às pesquisas, como linguagem inovadora, perguntas rápidas, respostas anônimas e boa usabilidade.

Falamos isso com conhecimento de causa: a Pulses mantém uma média global de 72% de adesão aos pulsos semanais entre os clientes. Quanto maior a adesão, maior a precisão dos resultados.

Um ganho fundamental que isso traz é a visibilidade dos líderes acerca da percepção das suas equipes, já que é muito comum liderados com dificuldade de repassar feedbacks à camada de liderança.

É claro que as ferramentas não abrangem todo o processo. Para se chegar à revisão e ao aperfeiçoamento das práticas da empresa, as informações obtidas devem ser analisadas e interpretadas pelo time de Recursos Humanos junto às lideranças.

Como a escuta contínua aumentou em 12% o engajamento na Clínica Florence

Foi a partir das leituras oportunizadas pelas pesquisas de pulso contínua, por exemplo, que a Clínica Florence conseguiu aumentar o engajamento dos colaboradores em 12% (de 88% para 98%) em meio à pandemia.

Os relatórios apontaram pontos de atenção no período em que o vírus passou a ser assunto no mundo, e a empresa se antecipou e implementou mudanças que tranquilizaram a equipe.

Quando o colaborador percebe a agilidade de ações focadas em questões apontadas por ele como críticos e visualiza o efeito positivo no ambiente de trabalho após o início da realização de pesquisas contínuas de clima organizacional, o engajamento é certo.

Tanto líderes quanto RH poderão ter a certeza de contar com um filme completo sobre as relações e performance das equipes da empresa.

Precisamos deixar claro que nenhuma iniciativa garante resultados se você não tiver uma forma eficiente de se aproximar das equipes da empresa.

Isso só é viável por meio de soluções de tecnologia disponíveis no mercado para simplificar algo que parece ser complexo demais. Afinal, seria impossível dispor de tempo para ouvir cada colaborador em curtos espaços de tempo.

O RH precisa inovar, otimizar processos e se manter atualizado

Como comentou a consultora interna de RH da Portonave, Candice Ana do Nascimento, “o mundo aí fora está mostrando que essa é a nossa nova realidade”. Então, te convidamos a conferir a entrevista dessa profissional.

Assista ao vídeo com a história de uma empresa reconhecida pela alta produtividade que apostou no acompanhamento em tempo real do clima organizacional e vem colhendo excelentes frutos com isso:

Saiba como a pesquisa contínua ajudou a Portonave a saber como melhorar o clima organizacional na Portonave e faça um teste grátis da Pulses na sua empresa:

Colaborador ao lado de um celular vendo uma pesquisa Pulses em referência a como melhorar o clima organizacional

Renato Navas Renato Navas é Cofounder e Head de People Success da Pulses. Psicólogo, pós-graduado em Administração, especialista em Leitura e Manejo de Grupos, Executive Coaching & Leadership Mentoring, Análise Transacional e Team Coaching. Experiência de mais de 15 anos em programas de desenvolvimento de liderança e de RH. Professor de pós-graduação em Gestão de Pessoas.  linkedin.com/in/renato-navas-27888016/
O que você achou ?
Curti
Divertido
Adorei
Surpreso
Chateado

Obrigado pelo seu feedback!

Através dele conseguiremos melhorar cada vez mais a sua experiência.

Quer receber mais conteúdos incríveis?

Cadastre-se e receba semanalmente nossos conteúdos por e-mail!