Elizabeth Navas é Cofounder, especialista em People Science da Pulses. Psicóloga, doutora em Engenharia de Produção, Mestre em Administração, pós-graduada em Administração de RH e Avaliação Institucional. Experiência em consultoria focada em coaching, treinamento e desenvolvimento, diagnósticos organizacionais e Mentoring . Atuou por 13 anos na área de RH e 22 anos como Professora de graduação e Mestrado. linkedin.com/in/elizabeth-navas-sanches-16618272/
ilustração de uma pessoa no trabalho, em frente ao computador tendo problemas com ansiedade representando a ansiedade no trabalho
24/06/2022

Ansiedade no Trabalho: conheça os sinais que todo gestor deve identificar e saiba como agir

A ansiedade no trabalho reúne comportamentos relacionados à preocupação excessiva, pressão, excesso de responsabilidade, entre outros. Esse estado psicológico pode prejudicar a produtividade dos colaboradores e, se não tratado, propiciar casos de Síndrome de Burnout na equipe.

Ilustração de uma pessoa mais velha e outra pessoa mais jovem interagindo representando o conflito de gerações no trabalho
14/06/2022

Conflito de gerações no trabalho: o que é e como lidar

O conflito de gerações no ambiente de trabalho é causado pelas diferenças geracionais que surgem quando profissionais nascidos em épocas diferentes trabalham juntos na mesma organização.

27/04/2022

Liderança feminina: desafios e oportunidades da diversidade de gênero no mercado brasileiro

A liderança feminina é um desafio da diversidade de gênero nas empresas e garante maior igualdade e mais produtividade dos times, por isso, é importante que as empresas saibam como podem contribuir para garantir o crescimento dos negócios e da sociedade. Saiba o que o RH pode fazer para combater a desigualdade de gênero em […]

Ilustração de uma mulher segurando o seu bebê, representando a maternidade e trabalho
04/04/2022

Maternidade e trabalho: como as empresas podem evitar o turnover das profissionais que se tornam mães

Entenda como apoiar profissionais com filhos e descubra como acabar com o preconceito em torno da maternidade Uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas revelou que, após o período que se estende por até 24 meses após o retorno da licença-maternidade, quase metade das mulheres pede demissão do emprego. Esse é um dos dados que […]